Cirurgia Pós Bariátrica

Cirurgia Pós Bariátrica

Pessoas que realizam gastroplastia costumam ter grandes perdas de peso em períodos relativamente curtos. Os cirurgiões bariátricos indicam que, cerca de 18 a 24 meses após a intervenção, haja perda máxima de massa gordurosa. Há pessoas muito admiráveis que chegam a perder 30, 40, 50 ou 60Kg de gordura nesse período. Certamente o corpo sofre alterações muito bruscas e notáveis como o excedente de pele que passa a incomodar. A flacidez, as dobras e até as deformidades causadas pela perda ponderal maciça, são consideradas patológicas pois podem gerar dermatites, fungos além de transtornos psicológicos. As cirurgias plásticas reparadoras são grandes aliadas trazendo adequação do corpo e harmonizando- o com o novo estilo de vida optado por esses bravos pacientes.

Cada organismo tem um biótipo e vai se comportar de maneira única tanto fisicamente quanto psicologicamente. Sendo assim, as plásticas pós-bariátricas englobam intervenções em todo o corpo conforme o desejo de cada um. Podem ser indicadas:

Abdominoplastia
Mamoplastia
Mastopexia com Prótese de Mama
Braquioplastia (braços)
Cruroplastia (lifting de coxas)
Ritidoplastia (lifting de face)
Torsoplastia (costas)

Geralmente a cirurgia mais desejada num primeiro momento, é a abdominoplastia. Nestes casos específicos, de grandes perdas de peso há particularidades interessantes. As abdominoplastias pós-bariátricas podem ser realizadas de 5 maneiras:

Abdominoplastia convencional – indicada para quem tem excesso de pele em avental, principalmente na parte inferior do abdome. A retirada de pele é principalmente horizontal e a cicatriz resultante é no umbigo e no baixo ventre, a qual pode ser escondida dentro do biquíni.

Abdominoplastia em Âncora – indicada para quem tem muito excesso de pele nas laterais, no abdome superior ou já possui uma cicatriz vertical no meio da barriga (talvez pelo próprio acesso da gastroplastia). Nesse caso, faz-se uma retirada maior da pele vertical e horizontal para dar um contorno corporal mais delgado, com a cintura mais marcada. As cicatrizes resultantes seriam no umbigo, no baixo ventre, a qual pode ser escondida dentro do biquíni, e uma cicatriz vertical no centro do abdome formando o desenho de uma âncora com a segunda. Embora a cicatriz seja aparente, a forma do tronco é mais ajustada devido a capacidade de retirada da maior quantidade de pele necessária.

Abdominoplastia em Cinto (Body Lifting) – indicada para quem tem excesso de pele em avental e nas laterais, principalmente na parte inferior do abdome e dos flancos. A retirada de pele é principalmente horizontal dando a volta no tronco. Nesse caso, faz-se a retirada da pele da frente e no dorso para dar um contorno corporal tridimensional. A cicatriz resultante é no umbigo e no quadril com 360 graus, a qual pode ser escondida dentro do biquíni.

Bodylifting + Ancora –  indicada para quem tem muito excesso de pele no centro, nas laterais, no abdome superior e nos flancos. Nesse caso, faz-se uma retirada maior da pele vertical e horizontal para dar um contorno corporal mais delgado, com a cintura mais marcada. Associada a retirada da pele do dorso para dar um contorno corporal tridimensional. As cicatrizes resultantes seriam no quadril com 360 graus, a qual pode ser escondida dentro do biquíni e uma cicatriz vertical no centro do abdome formando o desenho de uma âncora com a primeira. Embora a cicatriz seja maior, a forma do tronco é mais ajustada devido à capacidade de retirada da maior quantidade de pele possível.

Abdominoplastia Invertida – Em alguns casos há acumulo de pele no andar superior do abdome que não é viável de ser corrigido pelo acesso inferior e, além disso, pode ser que a cicatriz vertical (da Ancora) não seja uma opção interessante para o paciente. Nessas situações, pode ser realizada retirada de pele por cima através de uma cicatriz rente aos sulcos das mamas. Essa cirurgia é conveniente quando haverá intervenção nas mamas também, portanto, a mesma cicatriz já seria necessária para corrigi-las. As cicatrizes resultantes são no umbigo, abaixo das mamas e no baixo ventre, as quais podem ser escondidas dentro do biquíni.

As cirurgias plásticas pós-bariátricas podem ser associadas conforme for mais conveniente para o paciente em termos de recuperação ou afastamento de suas atividades. Entretanto, cada caso deve ser analisado individualmente para que não acarrete risco adicional. Em nossa equipe sempre preconizamos a presença de no mínimo 3 cirurgiões plásticos no caso de associações cirúrgicas. Desse modo, a sistematização minimiza o tempo cirúrgico e favorece a segurança do nosso paciente. Há situações em que podem ser realizadas num mesmo ato até 3 cirurgias dependendo do biótipo do paciente. Preconizamos Hospitais de excelência com estrutura que prioriza a segurança.

Então se você tomou uma atitude tão brava de mudar seu estilo de vida em pró da saúde física, e conseguiu eliminar muitos quilos de gordura, parabéns! Você já é um guerreiro vencedor! Sabemos o quanto é duro o processo de reeducação alimentar. Mas se agora a flacidez resultante está interferindo na sua autoestima, venha fazer uma avaliação. Poderemos trabalhar juntos para que o contorno do seu corpo seja mais proporcional à sua nova vida. Marque uma avaliação com a Dra Barbara Rosas. Temos experiência de quem se especializou no maior centro de referência de cirurgia pós-bariátrica do SUS no Rio de Janeiro que é o Hospital Federal do Andaraí.

CIRURGIÃO PLÁSTICO MEMBRO

HSites

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?